Escritores laçam livro no Centro Cultural Trampolim da Vitória

Sonhar sempre é necessário e colocar os sonhos em prática é melhor. E, depois escrever um livro sobre o que você vivenciou deste sonho para todos conhecerem é formidável.

Foi assim que os escritores do livro Pelos Caminhos da Segunda Guerra, Eleazar de Castro e Goretti Gurgel, se desbravaram para a Alemanha conhecer os caminhos da Segunda Guerra Mundial e o berço do nazismo.

O fascínio pelo tema da Segunda Guerra veio das histórias que Eleazar de Castro ouvia do pai, Walter, ainda no Ceará e isso despertou o interesse por visitar a Alemanha e outros países da Europa explorando os lugares, suas histórias e gastronomia com suas belezas cênicas e arquitetônicas em busca de novas e velhas histórias sobre o tema que se tornou o seu hobby favorito.

O escritor Eleazar de Castro conta “quando comecei a ir atrás dos meus sonhos, de conhecer a Europa achava que era impossível por ser um garoto pobre, mas a minha determinação foi fundamental para a realização deste sonho. E, quando fui envelhecendo, coloquei em prática a ideia de conhecer os lugares que fizeram parte da Segunda Guerra Mundial. E, 38 anos depois fiz a minha primeira viagem, com 50 anos de idade”.

A escritora Goretti Gurgel parabenizou o Centro Cultural Trampolim pelo acervo cultural e falou que a experiência desta viagem que se transformou em livro. Uma grande lição que tirou de tudo isso foi que nas guerras não existem vencedores e nem vencidos, mas a desolação e a angústia.

Reunindo textos depois de uma vasta pesquisa de 12 anos na busca pelas informações sobre lugares que iriam conhecer, os escritores conseguiram criar um roteiro dentro de uma obra que deve ser lida e vista por muitos que queiram conhecer ou aprender através da ótica deles de como converter os sonhos em realidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *